Saiba como o ensino bilíngue estimula o cérebro das crianças

Houve um tempo em que o senso comum apregoava a ideia de que ensinar um segundo idioma às crianças logo na infância poderia causar confusão e comprometer o desenvolvimento cognitivo. A literatura acadêmica contemporânea e os estudos mais recentes sobre o tema apontam, no entanto, para uma outra direção: o estudo bilíngue possibilita que as crianças tenham mais controle sobre si mesmas e favorece a boa formação do cérebro e das conexões neurais.

É justamente para entender melhor de que modo o ensino bilíngue favorece o desenvolvimento infantil que nós fomos atrás dos mais recentes conteúdos e preparamos essa compilação pra você. Acompanhe!

 

Mais agilidade de compreensão

As experiências de campo feitas com estudantes em ensino bilíngue apontam que essa modalidade aumenta a capacidade de concentração, por conta do estímulo que se faz nas áreas neurais do aprendizado. Além disso, os processos de desenvolvimento das formas de linguagem e de adaptação às normas gramaticais são mais eficazes nos bilíngues em comparação às crianças que são alfabetizadas apenas na língua-mãe.

 

Linguagem mais rica e articulada nas múltiplas dimensões

Quando pensamos em diversidade de vocabulário ou de referências culturais para nossos processos de argumentação ou de explicação da realidade, usamos a palavra “repertório”, adaptada do universo musical.  Quanto maior o repertório, mais diversas e desenvolvidas são as informações e conexões que a pessoa é capaz de fazer.

No universo da educação bilíngue, a ampliação do repertório se dá em duas direções. Uma mais diretamente relacionada ao aprendizado basilar paralelo da língua mãe e do novo idioma, oferecendo ao cérebro dos alunos estímulos mais intensos de leitura, fala e escrita, mecanismos fundantes da articulação entre linguagem, memória e raciocínio lógico. A outra direção se dá no aspecto mais cultural e humano, cruzando e colocando em diálogo as referências típicas dos lugares, estimulando o cérebro dos pequenos a constantes e sempre mais frequentes associações.

 

Senso crítico mais aguçado

Os ambientes educacionais bilíngues favorecem, entre as crianças, o desenvolvimento de um senso crítico mais refinado, justamente por conta da diversidade das referências com as quais elas entram em contato. Além disso, as múltiplas atividades situacionais às quais as crianças são expostas melhoram a capacidade de lidar com frustrações e problemas, fortalecendo a dimensão socioemocional. Uma consequência direta desse desenvolvimento mais robusto é a sensação de autoconfiança que é gerada na criança. Além de se sentir mais bem preparada para os desafios, a criança fica mais segura das suas potencialidades, criando em si um alicerce mais forte para tomar decisões e lidar com as consequências das suas escolhas.

 

Aprendizado com referência

A Maple Bear tem uma equipe altamente capacitada para aplicar a metodologia canadense de ensino, com vistas para uma educação bilíngue. Baseada no treinamento e no desenvolvimento permanente dos educadores, nossa metodologia busca trazer para a realidade brasileira os mesmos padrões de excelência que historicamente vem sendo mantidos pelo Canadá.

Se você quiser saber mais sobre nosso modelo de educação bilíngue, entre em contato conosco e agente uma reunião ou uma visita às nossas unidades! Siga a gente nas redes sociais.

@maplebearvinhedo

@maplebearvalinhos

Compartilhe!
Maple Bear Vinhedo e Valinhos © 2019