Quarentena: como lidar com a nova rotina e as emoções das crianças

Diante da pandemia que estamos vivendo, rapidamente tivemos que mudar nossos hábitos. Foi muita mudança em pouco tempo. Antes, muitos pais pediam por mais tempo em casa para poderem acompanhar melhor o desenvolvimento dos filhos, desejavam trabalhar menos para conseguirem descansar, queriam colocar as leituras em dia e aproveitar os momentos em família.

 

Com o início da quarentena, alguns desejos pareciam se tornar realidade. Realmente, os pais ficaram mais próximos de seus filhos, afinal, estão todos em casa. O tempo para o descanso parecia estar próximo. Entretanto, como dito anteriormente, muita coisa mudou e todos tiveram que se adaptar à uma nova situação.

Sabe aqueles hábitos que estavam no automático? Como acordar cedo, se arrumar para o trabalho, ajudar os filhos se arrumarem para a escola, tomar café da manhã, deixar os filhos na escola, ir ao trabalho e muito outros. De uma hora para outra deixaram de existir. Todavia, isso não significa que deixamos de ter rotina. Aos poucos todos estão se ajeitando e encaixando as tarefas deste novo momento em seu dia a dia.

 

Para você que ainda não conseguiu criar uma rotina produtiva, tenha paciência e não desista. Separamos algumas dicas que te ajudarão neste momento!

 

 

Como criar uma rotina?

Primeiro você deve estabelecer tudo que você precisa fazer durante o dia, desde o momento que acordar até a hora de ir dormir, tanto as tarefas da casa quanto do trabalho. Coloque no papel, ficará muito mais fácil de se organizar. E se achar necessário, utilize aplicativos que ajudam a estipular os horários.

 

É importante criar essa rotina para não acabar se estressando demais com o acúmulo de tarefas. Devemos saber a hora de parar e descansar, assim o peso do isolamento será menor e você não ficará preso no trabalho até tarde.

 

Então, defina os horários de trabalho, atividade física, descanso, das refeições, dos cuidados com a casa e tudo que deseja acrescentar na sua rotina. E lembre-se: faça o seu possível. Não se cobre por algo que não saiu como o esperado. Estamos nos adaptando às mudanças!

 

Faça da mesma maneira com as crianças. Estipule tudo o que elas devem fazer no dia. Ocupe-as com outras tarefas, crie obrigações diárias e não esqueça de estimular os pequenos a brincarem e se exercitarem.

 

 

Como lidar com as emoções das crianças?

Se para os adultos não é fácil, imagina para as crianças... São mudanças repentinas que nem sempre são entendidas. “Por que não posso brincar com os meus amigos?”, “Por que não posso visitar a vovó?”, “Também não posso ir à escola?”, “O que é coronavírus?”, são inúmeras perguntas que invadem a cabeça dos pequenos e tornam esse momento ainda mais delicado.

 

A angústia, o medo e a ansiedade tornam-se mais evidentes e nada melhor do que o amor e cuidado dos pais para todos enfrentarem essa situação. É importante que os responsáveis não transmitam insegurança e desespero e não deixem os pequenos em contato com todas as informações que são passadas pela mídia. Eles precisam entender o momento sim, mas com cautela. Por isso, filtre o que será passado às crianças.

 

E para deixar o momento um pouco mais leve, estimule um dia a dia cheio de atividades que substituam as tarefas da antiga rotina. Veja alguns exemplos:

- Crie o hábito de ler com seus filhos;

- Estipule o horário de estudo;

- Incentive brincadeiras didáticas, que estimulem a imaginação e a descoberta;

- Mantenha alguma atividade física na rotina;

- E, por fim, converse muito e dê muito amor aos pequenos!

 

Saiba também, por que as crianças precisam desenvolver habilidades socioemocionais.

 

 

 

 

Compartilhe!
Maple Bear Vinhedo e Valinhos © 2019